Carrinho ()
    Itens: Subtotal: Total:
    Finalizar compraContinuar comprando
    Limpar filtros
    Filtrar
    Banner principal

    Cá d’Oro

    A Cristais Cá dOro é uma empresa que produz peças em vidro artístico, em Poços de Caldas - Minas Gerais, de acordo com as mesmas características técnicas usadas na ilha de Murano em Veneza - Itália. Mario Seguso, nascido na ilha de Murano, em 1929, descende de uma das mais antigas e famosas famílias de mestres vidreiros, estabelecidos desde 1292, em Murano e no Brasil desde 1954. Em 1964, Mario Seguso gravava peças de cristal encontradas no mercado. Não era uma tarefa muito fácil encontrar tais peças com características ideais exigidas pelo trabalho do rigoroso artista. Melhor seria produzir seu próprio vidro em seu próprio forno. Assim, com mais dois amigos, os irmãos Vitorio e Alamiro Ferro, também de uma família tradicional muranesa, decide abrir sua própria fábrica arrendando o único e precário forno, desativado, de Poços de Caldas, de propriedade de Aldo Bonora que havia decidido não mais produzir vidro.

    Então, em fevereiro de 1965 é inaugurada a Cristais Cá dOro. Mario Seguso convida seu cunhado Piero Toso a vir de Murano para juntar-se à sociedade. O nome Cá dOro foi escolhido em homenagem ao palácio homônimo de Veneza, que em tradução livre significa Casa de Ouro.

    Desde o início, a produção da Cá dOro foi orientada para a execução de peças com a determinação de um desenho original apurado, que começasse a definir o vidro brasileiro, deixando de lado as influências de Murano ou qualquer outra que fosse, produzindo peças destinadas a um público diferenciado, exigente e que soubesse valorizar o vidro artístico. Uma característica da Cá dOro a ser para sempre mantida é o trabalho totalmente manual e artesanal de acordo com as técnicas dos antigos vidreiros do Egito e Fenícia nos primórdios da história do vidro.

    Depois de poucos anos os irmãos Ferro decidem voltar, um para São Paulo, outro para a Itália. Mais alguns anos e Piero Toso se aposenta. Mario Seguso, que sempre teve ao seu lado sua esposa Rita na administração dos negócios, passa então a contar com a colaboração de seus filhos, que impulsionam a fábrica na sua produção, distribuição e desenhos de novas peças, seguindo a tradição secular da família Seguso.

    No final dos anos 90, Adriano Seguso toma a frente da Cá dOro, imprimindo um novo posicionamento no mercado, consolidando a marca, conceituada pelas suas características únicas de tradição, modernidade, design e excelência artística.

    Dentro destes novos planos, em 2004, a Cá dOro passa por uma grande reforma, ampliando sua área construída para oferecer ao seu público mais conforto e comodidade. A principal atração é uma grande vitrine por onde é possível acompanhar o trabalho dos artesãos em um espetáculo imperdível. Isto, somado a qualidade de sua produção torna a Cá dOro uma das principais atrações turísticas de Poços de Caldas.

    Atualmente, a Cristais Cá dOro conta com a terceira geração da família Seguso em terras brasileiras em sua equipe administrativa.

    Referência da Arte em Vidro do Brasil, a Cristais Cá dOro é frequentemente assunto de reportagens e matérias em toda a imprensa, nos principais veículos impressos e eletrônicos tornando assim, este artesanato mais conhecido e respeitado, divulgando através da arte o nome de Poços de Caldas.